Área do dentista

Vacinação Odontologia: Confira depoimento de Carlos Eduardo Coutinho Pinto, Cirurgião-Dentista CROPE 2100 - Policlínica e Maternidade Barros Lima/Recife

Data publicação: 20/01/2021

Responsive image

Cirurgiões-Dentistas e outros Profissionais da Odontologia que trabalham em espaços voltados a tratamento de pacientes diagnosticados com a COVID-19, receberam a primeira dose vacinal contra a doença.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, hoje teve início a vacinação dos profissionais e trabalhadores de saúde em todo o Estado.

O Programa Nacional de Imunização - PNI e Plano de Operacionalização para Vacinação contra a COVID-19 no Estado de Pernambuco, tem como meta vacinar todos os profissionais de saúde, ainda na primeira etapa, conforme divulgado anteriormente.

Neste momento, principalmente em razão da escassez de doses disponibilizadas pelo Governo Federal é imprescindível o estabelecimento de ordem de priorização daqueles profissionais que atuam em ambiente hospitalar, na assistência direta, enfermarias e unidades de terapia intensiva, tudo de acordo com o planejamento estabelecido pelo Governo do Estado de Pernambuco.

Para o Presidente do Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco, Eduardo Vasconcelos, a medida é necessária, mas é preciso entender que todos os profissionais da Odontologia precisam ser imunizados ainda na primeira fase da vacinação: "Estamos em contato permanente com a Secretaria de Saúde do Estado e demais autoridades sanitárias para no prazo brevíssimo replicar as datas dos calendários específicos, de forma mais detalhada, nos nossos canais oficiais".

Confira o depoimento do Dr. Carlos Eduardo Coutinho Pinto, Cirurgião-Dentista CROPE 2100 - Policlínica e Maternidade Barros Lima/Recife


"Eu tenho 44 anos de profissão, estou aqui há 18 anos na Barros Lima, já rodei nos principais hospitais como o Getúlio Vargas, Agamenon Magalhães, Pan de Areias e, agora, o último que estou é a Barros Lima. Nós vivemos um momento muito tenso, como estamos vivendo ainda só que menos nessa situação agora, por conta da Pandemia. De março para maio, os meses mais difíceis, todas as Equipes da Barros Lima passaram, vivendo a desinformação, as dificuldades, a tudo que estava acontecendo no dia a dia. E veio aquele pique depois do carnaval e inúmeras pessoas adoeceram, algumas não sobreviveram, outras estão aí graças a Deus para contar história e esse momento é um momento muito importante porque isso vai trazer um novo alento, uma tranquilidade, a toda equipe. Eu fiquei afastado quatro meses com o Decreto, por conta da idade, mas na primeira oportunidade que tive eu voltei a trabalhar, e estou trabalhando sem nenhum problema graças a Deus, ajudando a equipe de plantão como um todo, não existe só o Dentista, só o médico, só o enfermeiro. Eu acredito que estamos fazendo um trabalho a contento, dentro daquilo que nós temos condições de fazer. Nós somos uma urgência de cirurgia oral menor, não comportamos traumas. É muito importante que os colegas venham se vacinar e que, mesmo após a vacina, não deixem de usar máscara e de tomar todos os cuidados - álcool em gel, a limpeza pós o plantão, até porque é terrível para nós voltar para casa podendo levar para casa o vírus. Chegar em casa, tomar banho, descartar a roupa, essa roupa ser lavada individualmente, tudo isso é muito importante."



© 2021 cro-pe.org.br Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por