Área do dentista

Cirurgiãs-Dentistas concursadas do Ipojuca procuram CRO-PE para tratar do piso salarial pago pelo município

Data publicação: 17/02/2021

Responsive image

Uma comissão formada por Cirurgiãs-Dentistas concursadas do município do Ipojuca, na Zona da Mata do estado, esteve reunida nesta quarta-feira (17), na sede do Conselho de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE), com o presidente Eduardo Vasconcelos para tratar da defasagem do piso salarial da categoria pago naquela cidade. A procuradora jurídica do Conselho, Maristela Dantas, também participou do encontro.

As profissionais reclamam da defasagem do piso salarial no município. É importante lembrar que para cumprir a Lei Federal nº 3.999/61 é necessário que a prefeitura do Ipojuca pague no mínimo o piso salarial de R$ 3.300,00 (três mil e trezentos reais) para uma jornada de trabalho de 20 horas semanais, valor estipulado para a categoria da Odontologia e reconhecido nacionalmente.

"Estamos atentos às denúncias e fiscalizando o descumprimento da lei. O CRO/PE tem trabalhado para garantir que se cumpra os direitos da categoria, não podemos estar isentos desse processo por uma questão legal. A valorização da categoria é o nosso principal objetivo", frisou o presidente Eduardo.

A comissão foi formada pelas Cirurgiãs-Dentistas Talita Ribeiro (CRO-PE nº 8342); Ana Paula Vidal (CRO-PE nº 8003); Mariana Oliveira Brasil (CRO-PE nº6646) e Rebecca Souza Pessoa Brasil (CRO-PE nº 7699).



© 2021 cro-pe.org.br Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por