Área do dentista

CRO-PE faz interlocução com prefeituras de Pernambuco para garantir a vacinação dos profissionais da Odontologia

Data publicação: 01/04/2021

Responsive image

Esta semana foi de muitas conquistas também para os profissionais da Odontologia de Caruaru, Cabo, Carpina e João Alfredo quando se trata de vacina contra a Covid-19. Nestes municípios, depois de interlocução da diretoria do Conselho Regional De Odontologia (CRO-PE) com os gestores municipais e com as autoridades sanitárias, foi solicitada e garantida a vacinação dos Cirurgiões-Dentistas; Auxiliares e Técnicos de Saúde Bucal.

Em Caruaru, no Agreste, a Regional do Conselho abriu as portas para imunizar a categoria de 20 a 39 anos com uma equipe voltada especialmente para os profissionais. A vacinação foi realizada durante toda a quarta-feira (31) e na manhã da quinta-feira (1º) e beneficiou cerca de 300 profissionais, entre Cirurgiões-Dentistas, Auxiliares e Técnicos de Saúde Bucal.

Já na cidade de João Alfredo, no Agreste setentrional, a diretoria do CRO-PE, ao lado do vice-prefeito Adeido (Cabôco), da secretária municipal de Saúde, Ana Amélia, e do presidente da Câmara dos Vereadores, Walque do Celular, abriu a vacinação na terça-feira (30). Em Carpina, uma reunião com os vereadores Xandinho e Cássia do Moinho (cirurgiã-dentista) resultou na elaboração de uma petição à presidência da Câmara, para que seja aprovada por unanimidade e encaminhada à prefeitura, para a vacinação de todos os dentistas da iniciativa privada.

No Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife (RMR), a interlocução ocorreu com o vice-prefeito, José de Arimatéia, a secretária municipal de Saúde, Ana Maria Albuquerque, a coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Priscila Machado, e o dentista e vereador Bruno Villar. O encontro pleiteou a vacinação dos profissionais da rede privada.

“Estamos engajados e juntos com os representantes de todas as categorias da Odontologia para garantir vacina para todos, seja da rede pública ou privada. “É importante contar com a participação dos profissionais na fiscalização dos municípios que ainda não estejam fazendo a imunização da categoria. Assim, o Conselho poderá oficiar a prefeitura e cobrar celeridade e cumprimento do Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde”, alerta o presidente do CRO-PE, Eduardo Vasconcelos.



© 2021 cro-pe.org.br Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por